quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Coluna Intercâmbio #07: Stonehenge


Hallo, Leute!
É isso aí, depois de muito tempo, cá estou eu com mais uma postagem do Coluna Intercâmbio. E ok, por ter ficado quase um século sem postar sobre minhas aventuras do intercâmbio, acho que convém retomar brevemente: no início do ano de 2012 eu fiquei um mês em Londres, Inglaterra, e tive a oportunidade de conhecer vários lugares incríveis nesse país tão maravilhoso. Foi então que, algum tempo depois que voltei da viagem, decidi criar essa seção aqui no blog para falar um pouquinho sobre os incríveis lugares que tive a oportunidade de visitar. Então, vamos  ao que interessa!

Pela foto inicial, já deu para perceber que hoje a postagem é sobre um dos lugares mais misteriosos do mundo: o Stonehenge. O que posso dizer desse lugar é que ele é inexplicavelmente encantador e inspirador. Visitei-o em fevereiro de 2012, ainda fazia um inverno muito gelado na Inglaterra. Lembro que acordei pela manhã, me agasalhei bem e fui até a área central do bairro Twickenham em Londres para encontrar meus colegas e pegar o ônibus rumo ao passeio (recordo-me que achei muito estranho andar em um ônibus britânico com a direção do lado direito). Viajamos rumo à planície de Salisbury, no condado de Wiltshire, onde se localiza o Stonehenge. A temperatura estava realmente muito baixa, em torno de -1ºC, e quando chegamos ao nosso destino, o cenário não poderia ser mais bonito: um sol lindo brilhando no céu e a grama verdinha com apenas alguns resquícios de neve derretendo. Descemos do ônibus e então partimos explorar o lugar.

Ok, inicialmente pode até parecer um bando de pedras no meio do nada que é um dos wallpapers do Windows, mas o lugar carrega uma história instigante e desconhecida. O Stonehenge é um círculo de pedras que data aproximadamente 3.000 a.C. As pedras chegam a ter cinco metros de altura e a pesar cinquenta toneladas. Como o círculo é patrimônio mundial da UNESCO e já chegou a sofrer atos de vandalismo, a segurança é muito reforçada e não é possível chegar "perto" ou até mesmo tocar nas pedras. Eu, uma pessoa muito ingênua, quando lembrava que ia visitar o Stonehenge, já me imaginava tirando fotos abraçada nas pedras. Doce ilusão a minha. Mas tudo bem, isso não vem ao caso. O que importa é que ninguém nunca conseguiu saber como aquelas pedras gigantescas e extremamente pesadas chegaram ali. O povo que o construiu logicamente não possuía nenhum equipamento ou tecnologia na época, e seria preciso dezenas e dezenas de homens para carregar apenas uma das pedras, que segundo cientistas, viajaram 240 milhas (cerca de 386km) para chegar até ali. 

Assim como sua origem, existem várias teorias sobre a serventia desse famoso círculo de pedras. Acredita-se que era usado para estudos astronômicos, mágicos, religiosos e até mesmo para rituais e sacrifícios. Há historiadores que dizem que o local era um ponto de encontro de civilizações para festivais e rituais anuais. Há quem diga que as pedras foram trazidas até ali pelo diabo (muahaha), outros afirmam que foi por Merlin. As lendas do Mediterrâneo dizem que o Stonehenge era um templo circular para o deus Apolo e, segundo a obra de Erik Von Daniken, "Was God An Astrounaut", o círculo de pedras foi construído por seres de outro planeta como um ponto de observação em torno da Terra. 

Teorias malucas a parte, o Stonehenge é um lugar muito interessante. Seja quem for que o tenha construído e para que, com certeza teve um trabalho danado. Ele obviamente está em ruínas (há desenhos e suposições de como era sua construção original), mas foi fascinante estar diante de um local tão misterioso e que com certeza carrega muitas histórias. Apesar do frio, senti uma paz interior ao observar a paisagem e ao ouvir histórias. O passeio foi incrível. Super recomendo!

"Stonehenge is the jewel in the crown, it is a miracle of engineering and a testament of faith left by people long gone, whose memorial in stone has outlived civilizations." (Romy Wyeth,  "The Stonehenge story: an excursion through time, myth and mystery") 

E para finalizar, umas fotos feitas por mim:











VEJA MAIS POSTAGENS DO COLUNA INTERCÂMBIO CLICANDO AQUI.

Nenhum comentário: