quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Pequenos Pensamentos...

Poema do Ócio

Tarde serena
Sozinha, é uma pena
Buscando vontade,
encontrando saudade

Assiste a novela
O refúgio dela,
depois que acaba
Na cama desaba

Come empada
Prepara a torrada
Adesivos na porta,
ainda tem torta!

Rimas tão pobres,
assustam os nobres
Pensa no adjetivo,
mas e substantivo?

Caminha no corredor
Mexe no computador
Lembra da faxina
Sossega, menina!

Acaba lendo
Ou talvez escrevendo
Versos escondidos,
palavras sem sentido.

(Vitória Londero)

Um comentário:

Caroline Ferraz disse...

Puxa que bonitinho!! Você escreve bem, e tem humor no seu texto. Prefiro assim. Me lembra um pouco do Veríssimo ^^

Adorei as respostas da Tag, nunca li nenhum daqueles livros mas vou procurar.

Att, Line
putmerd.blogspot.com