quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Coluna Intercâmbio #02

Nesta primeira postagem do Coluna Intercâmbio, irei começar contando como surgiu a oportunidade de eu ir viajar para Inglaterra e como tudo foi decidido. Aconteceu em meados de Junho/Julho de 2011. Eu sempre tive vontade de sair do país, explorar o desconhecido e saber como é o mundo lá fora. Foi quando em uma noite fria durante mais uma aula de inglês que surgiu o comentário que uma agência de Porto Alegre estaria visitando nossa escola para fazer uma reunião apresentando os programas de intercâmbio para 2012.  Eu fiquei super animada e já cheguei em casa contando para meus pais a novidade. Por conta de alguns compromissos urgentes, infelizmente minha família não pode comparecer à reunião e eu lembro que fiquei bem chateada.

Alguns dias se passaram e a equipe da escola teve a brilhante ideia de fazer uma reunião para repassar os assuntos do encontro com a agência especialmente para as pessoas que não puderam comparecer. Foi aí que as minhas esperanças reacenderam. Nós tínhamos dois destinos possíveis: Canadá ou Inglaterra. Por motivos óbvios, quase o grupo todo optou pela famosa e linda Londres, que além de passar um mês em um país maravilhoso, ainda aproveitaríamos o último final de semana em Paris. Depois dessa decisão, as coisas só ficavam cada vez melhores e eu mal podia acreditar que dentro de alguns meses eu estaria do outro lado do Atlântico. Nunca vou esquecer do que eu senti quando preenchi a ''ficha de inscrição'' para fechar o grupo de intercambistas: perfeito!

Os dias, semanas e meses foram passando e os preparativos iam começando aos pouquinhos. A primeira coisa foi tirar o bendito passaporte! Tive que viajar para outra cidade porque em Alegrete infelizmente não há como. Essa é uma das desvantagens de morar em cidade pequena! Viajei para fazê-lo e depois para retirá-lo. Quando eu estava com meu passaporte em mãos, já estava me sentindo tão feliz e eufórica... Parecia que eu iria embarcar logo no outro dia!

Quando 2012 chegou, eu mal podia acreditar que em menos de um mês eu estaria viajando. É muito engraçado como o tempo passou tão rápido mas ao mesmo tempo tão devagar... A virada do ano foi algo muito marcante para mim. A minha ficha não caiu, e sim ficou espatifada no chão. Um novo ano começava, juntamente com uma das experiências mais importantes da minha vida. Umas duas semanas antes de eu embarcar eu já estava arrumando minhas malas. O mais engraçado foi sair nas lojas em pleno Janeiro procurando por meias, moletons, tênis quentinhos e coisas de inverno. Um dia antes de partir, finalmente fechei minhas bagagens e esperei que o dia 28 de Janeiro chegasse.


Acordei muito cedo naquele dia para terminar de arrumar algumas coisinhas que faltavam. A coisa mais linda foi que logo de manhã minhas amigas vieram em minha casa fazer uma última visita e me desejar boa sorte! Ganhei até um urso de pelúcia e um diário de viagem. Foi maravilhoso e eu agradeço muito a elas por isso! Depois de almoçar, disse um ''adeus'' para minha casa e parti rumo à Porto Alegre, Aeroporto Salgado Filho. Depois de uma viagem de aproximadamente 6 horas, cheguei no lugar combinado e o pessoal do grupo estava chegando aos poucos. Ficamos ali reunidos conversando até que a hora do embarque chegou.


Tiramos uma foto com o grupo todo (que vocês podem ver acima) e partimos para a despedida, que sempre é cruel. Vários pais choraram ao deixar seus filhos, inclusive a minha mãe que se derreteu em lágrimas. Eu confesso que também chorei. Despedidas sempre são difíceis, não importa a situação. Saber que eu iria ficar 1 mês longe de casa foi algo um pouco difícil naquele momento, mas logo depois me acostumei com a ideia e quando coloquei o primeiro pé dentro do avião, já estava pronta para começar uma grande aventura.

O voo foi super tranquilo. Pela manhã, chegamos em Lisboa e eu coloquei meus pés na Europa pela primeira vez. Ficamos no aeroporto almoçando e esperando a hora do voo para Londres chegar. Este segundo voo também foi calmo, e eu realmente senti o espírito britânico quando o avião estava quase pousando no Heathrow Airport: o céu acinzentado de Londres tomou conta de tudo, e as luzes da cidade começaram a aparecer. Foi uma sensação maravilhosa! Eu mal podia acreditar.

No entanto, nada se compara ao frio na barriga que eu senti quando estava indo para a casa de família. Estava bastante frio e à medida que o carro entrava na rua eu comecei a reconhecê-la porque, dias antes, eu tinha ido achar a casa que eu ia ficar no Google Maps. Foi algo muito surreal quando eu percebi que eu estava realmente ali, no lugar que parecia tão distante há uma semana atrás... Nós apertamos a campainha e então a Ms Sue abriu a porta com um mega sorriso no rosto olhando pras nossas malas e dizendo: ''Wooah, vocês realmente vieram para um mês!". E foi aí que tudo começou. Fico emocionada quando lembro disso. Eu simplesmente demorei muito para pegar no sono naquela noite. Eu não conseguia acreditar que eu estava ali, deitada em uma casa totalmente estranha... Eu não estava com medo nem com saudades de casa, foi uma sensação que eu não consigo explicar. Os meus pensamentos não paravam de borbulhar por um segundo. Por mais que eu estivesse cansada da viagem de avião e tudo mais, foi muito difícil conseguir dormir na primeira noite.

Para encerrar a postagem, fiquem com os dois primeiros depoimentos no meu Diário de Viagem:

28 de Janeiro de 2012

''Estou dentro do avião. Apesar de não ter dormido nada na noite passada, estou me sentindo bem agora. A viagem de carro foi tranquila e chegamos rápido de Porto Alegre. Tudo está certo até agora! Houveram alguns sustinhos, mas no final tudo se ajeitou. Despedidas sempre são tristes. Mas tenho certeza que eu vou ter o mês mais incrível da minha vida. A mãe não conseguiu se conter e acabou chorando no aeroporto e eu acabei derramando lágrimas também. Uma observação: esse avião é enorme! A tripulação portuguesa é uma graça. Hora de jantar ao som de Adele. Minha jornada está apenas começando.

Vitória''

29 de Janeiro de 2012

''M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O! O dia hoje foi cansativo, porém, adorei cada minuto. Por volta das 10:40 nós pousamos em Lisboa e eu coloquei meu primeiro pé em solo europeu! Comemos no Mc Donalds e o voo para Londres começou. O mais impressionante foi que, ao nos aproximarmos da cidade, o tempo simplesmente FECHOU. Aterrizamos às 5:00 da tarde e o céu estava completamente escuro. Era noite! Depois, fomos para a sala de imigração e entramos no país. Nosso grupo e mais uma chuva de asiáticos! Ao sairmos no desembarque, fomos para a casa de família. A Renata e eu estávamos nervosas no começo, mas a Ms Sue é muito simpática e a família é maravilhosa. Estou adorando! Amanhã será nosso primeiro dia de aula e eu mal posso esperar.

Vitória'' 

Nenhum comentário: