sábado, 25 de agosto de 2012

Erros Grotescos de Português


Uma coisa que geralmente me deixa bastante irritada é ver erros de português na internet ou em qualquer outro lugar. Eu sei que isso acontece muito e nunca vai deixar de existir no mundo, mas acho que está faltando um pouquinho de esforço por parte das pessoas em tentar aprender e memorizar a forma correta de escrever e o uso de algumas palavras que frequentemente são assassinadas por aí.

Podem até me chamar de preconceituosa ou de qualquer outra coisa, mas eu admito que acabo julgando as pessoas pela maneira que elas escrevem. Eu não sou uma gênia do português e ninguém é obrigado a ser. Eu cometo meus erros e não consigo escrever perfeitamente, mas eu faço o que posso e sempre procuro me informar antes de escrever uma palavra que tenho dúvidas sobre a grafia correta. Se você tem preguiça de pegar um dicionário, existe uma ferramenta ultra poderosa hoje chamada Google. É só jogar lá e pimba! É impossível não achar como se escreve palavras do tipo ''exceção'', que sempre acabam gerando dúvidas em quase todas as pessoas.

Ler é uma coisa que ajuda muito! A partir do momento que você entra em contato com livros/jornais/revistas ou até mesmo pequenas notícias na internet, seu vocabulário enriquece muito e sua facilidade para escrever só tende a aumentar. É tudo uma questão de prática, e acima de tudo, força de vontade. Escrever corretamente é essencial nos dia de hoje. Vestibular, concursos, entrevistas de emprego e todas as profissões necessitam de pessoas com uma boa qualificação, mas eu acredito que um português correto deve valer tanto quanto um diploma.

Abaixo, fiquem com três erros que mais me tiram do sério:

- MAIS | MAS
MAIS: advérbio que indica intensidade.
MAS: conjunção que pode expressar oposição, ressalva ou restrição.

São duas palavras com sentidos completamente diferentes mas as pessoas insistem em usar da seguinte maneira:

''Eu não gosto de brócolis mais vou precisar comer.''
''Eu não gosto de brócolis mas vou precisar comer.'' 

- NADA A VER | NADA HAVER
HAVER: verbo que significa ter, possuir, alcançar, conseguir, obter, receber.

É errado escrever ''nada haver'' porque há o verbo ter na frase, o que significa uma redundância e erro gramatical.

''Não tem nada haver com você.''
"Não tem nada a ver com você.'' ✓

- COM CERTEZA | CONCERTEZA
CONCERTEZA: essa palavra não existe.

''Com certeza Maria irá trabalhar hoje.'' ✓
''Concerteza Maria irá trabalhar hoje.''

Enfim, ainda existem infinitos equívocos circulando por aí e essa é uma realidade bem difícil de ser mudada. Mas creio que se todos tivessem um pouquinho de cuidado na hora de escrever, tenho certeza que haveriam menos ''concertezas'' no mundo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Concerteza, não sei o que a pessoa tem na cabeça para escrever assim! '-'